5 coisas que atrapalham a sua evolução na produção musical

Nós já sabemos que adquirir experiência em produção musical é algo que leva tempo. Mas, em alguns casos, você pode estar prolongando esse prazo, perdendo tempo com coisas que não somam nada ao seu aprendizado e, muito pior, atrasam a sua vida. Veja na nossa lista abaixo 5 coisas que atrapalham a sua evolução na produção musical.

1 – Falta de conceitos básicos
O primeiro ponto que atrapalha a sua evolução em produção musical é a falta de conhecimento em conceitos básicos. Procure aprender e compreender esses conceitos, tais como: compressão, equalização, mixagem, masterização, efeitos, timbres, volumes, picos e RMS, etc. Dominando estes conceitos, o restante começa a fluir de uma forma mais clara e objetiva. A partir do momento em que você sabe onde está pisando, você será muito mais certeiro em suas decisões.

2 – Falta de planejamento
Um erro que acontece logo no começo das produções é a falta de planejamento. A produção começa sem ter um plano do que virá pela frente. Isso faz com que ideias sejam perdidas e que sua música fique limitada a uma criação inicial. Procure trabalhar na proposta da sua música antes de começar o projeto final. Se você tiver uma banda, busquem estudar alguns arranjos antes de iniciar a captação. Caso você seja um produtor solitário, utilize as linhas guias para trabalhar a sua criatividade, assim, caso você queira modificar alguma coisa na música, apenas precisará gravar novamente a linha guia.

3 – Captações mal feitas
Outro mal que é recorrente nas produções dos novatos. Muitas vezes na ânsia de terminar o projeto o mais rápido possível ou acreditando que conseguirá melhorar o que foi captado na mixagem e na masterização, o jovem produtor faz as captações de qualquer jeito, sem se preocupar com o volume e com a timbragem do que está gravando. No entanto, é importante lembrar que 70% do sucesso de sua produção está na captação. Quanto melhor for a sua captação, mais tranquilas serão as etapas posteriores. Portanto, lembre-se de estar com os instrumentos com cordas relativamente novas e afinadas, utilizando cabos de qualidade e procure gravar em um ambiente que seja o mais silencioso possível.  Também não esqueça de estar com a música bem ensaiada e, no caso da voz, se sentindo confortável para fazer a gravação. Outro ponto importante é conferir se o volume de entrada dos instrumentos está adequado (não pode estar nem muito baixo, nem clipando ou estourando). Uma boa captação de uma boa composição pode garantir o sucesso de sua produção.

4 – Vício em novos plugins
Esse é um dos problemas que mais assolam os novos produtores musicais. A eterna busca por novos plugins acabam se tornando um vício, onde o produtor mal tem tempo de testar tudo o que adquiriu. Tome cuidado e veja se você não está virando um viciado em plugins. Procure se especializar no que você tem. Normalmente, os principais pacotes do mercado já possuem tudo e mais um pouco do que você vai precisar para começar e até para se especializar em produção musical. Por isso, não perca mais tempo em colecionar plugins e comece HOJE a conhecer o que você já tem. Recomendamos que comece pelos plugins nativos do seu DAW e que você pesquise para que serve cada um deles. Principalmente quando o assunto é compressão e equalização, tenha certeza que você sabe exatamente o que você está fazendo antes de “girar” qualquer botão.

5 – Excesso de plugins
Um outro ponto que envolve os plugins é o seu uso em excesso. Procure utilizar o menor número possível de plugins. Lembre-se que eles devem apenas ajudar nas suas produções e não serem os destaques. Se você buscar simular uma situação real de estúdio em sua DAW, terá menos plugins aplicados nos canais, utilizando apenas alguns compressores e equalizadores e efeitos em canais auxiliares. O restante será para trabalhar na modelagem do som, ou seja, quando você precisar transformar o timbre em outro timbre, como uma distorção de uma guitarra gravada em linha, por exemplo.

Acima não estão relacionados todos os problemas que atrapalham a vida de um produtor em começo de carreira mas, com certeza, se você souber assimilar essas informações, seu progresso em produção musical será muito mais rápido.

E você, já sofreu com algum desses problemas ou tem um outro exemplo para nos contar? Deixe sua mensagem aí nos comentários e vamos conversar sobre o assunto.